Lusitanos Oxford

Lusitanos Oxford Vencem Couling Cup!

Kidlington FC Stadium Couling Cup Final

***** Chequers 2 x Lusitanos Oxford 4 *****

O dia 29 de Abril de 2017 tem hoje um significado especial para os Lusitanos Oxford e para a comunidade Lusófona.

Foi feita Historia os Lusitanos Oxford são a primeira equipa de Origens Lusa e com uma equipa quase constituída por jogadores cuja língua e o Português (com reforços Húngaros e Alemães) a vencer uma prova federada em qualquer modalidade desportiva disputada no condado de Oxfordshire.

Foi uma Vitoria Inteiramente Justa de quem fez por isso e no fim os Jogadores,equipa técnica e adeptos bem merecem esta vitoria e festa!!

Quanto ao jogo em si os Lusitanos Oxford entraram determinados a resolver a contenda com uma atitude ofensiva a impor o seu jogo de posse de bola mas bastante seguros e concentrados atrás
foi com naturalidade que o artilheiro mor dos Lusitanos Oxford Marcelo Guilherme abriu a contagem com cerca de 20 minutos de jogo após assistência de Pal Kovacs que na direita combinou com Marcelo e este na cara do guarda redes adversário fez o que melhor sabe fazer, concretizou! ainda mal refeitos do Primeiro golo a equipa do Chequers viria a ver no minuto seguinte Marcelo Guilherme ampliar o Marcador após uma jogada algo confusa na área do Chequers e aproveitando o erro da defesa contraria Marcelo ampliou a vantagem.
O Chequers tentou reagir mas sem criar qualquer perigo, contudo um lance na área dos Lusitanos Oxford sem perigo aparente viu o avançado do Chequers mergulhar numa simulação e ser marcado penalty num lance onde a simulação foi clara numa bola que iria para fora mas.mais uma vez o Chequers marcou de penalty o 3 em 4 jogos entre estas duas equipas.com o 2-1 ao Intervalo os Lusitanos Oxford retomaram o controlo do jogo na 2 parte e foi num de um contra ataque que Pal Kovacs dilatou a vantagem para 3-1 após um remate a entrada da área que ainda tocou de forma ligeira num oponente não dando qualquer hipótese ao guardião do Chequers. já com Lourenço Barbosa em campo no Lugar de Ramon Miranda o Chequers de forma inesperada chega ao 3-2 após um cruzamento da direito para o interior da área. Os Lusitanos Oxford voltaram a mexer na equipa com a entrada de Carlos Costa para o lugar de Pal Kovac com o objetivo conseguido de estacar os ataques do Chequers pelo lado direito.

Os minutos finais foram então de muita emoção com jogadas perigosas para ambos os lados destacando-se uma em que Matheus Medeiros isolado perante o guardião adversário pela frente e com Marcelo ao seu lado perdeu tempo de remate e a oportunidade de silenciar o jogo. Aos 85 minutos sai o esgotado Daniel Maximiano e entra Cesinha Bueno que teve impacto imediato no jogo onde após receber um passe de belo efeito Carlos Costa do lado direito de trivela frente a baliza rematou obrigando o defesa do Chequers já no chão a meter a mão fazendo um penalty. Que lhe valeu por acumulação de cartões a expulsão. O capitão Tiago “Pato”Pita não teve a sorte do seu lado e com mérito o guardião do Chequers evitou o golo.  Contudo momentos após este lance Marcelo Guilherme mais uma vez aproveitou um lance ofensivo e já com a equipa do Chequers balanceada no ataque Marcelo Guilherme o “Matador” Brasileiro finalizou garantindo a Vitoria Lusitana um momento festejado de forma efusiva junto aos adeptos presente que forma muito importantes nesta vitoria.  Foi o ultimo lance do jogo. Parabéns também ao trio de arbitragem(uma sensação agradável ter fiscais de linhas oficiais) e a Oxford City FA pela Organização alem dos oponentes Chequers que se bateram ate ao fim tornando este jogo um jogo emotivo e agradável de observar.

MUITOS PARABÉNS A TODO O PLANTEL DOS LUSITANOS OXFORD,EQUIPA TÉCNICA DIRECTORES E AOS NOSSOS FIEIS ADEPTOS SEM DUVIDA UNS AUTÊNTICOS CAMPEÕES FORA DO RELVADO!!

Lusitanos Oxford: Roni Dias,Oscar Andrade,Tiago “Pato”Pita(Cap), Bruno Freitas,Sérgio Garcia,Pal Kovacs,Diogo Campos, Ramon Miranda,Matheus Medeiros, Daniel Maximiano,Marcelo Guilherme, Lourenço Barbosa(Cap), Carlos Costa, Cesinha Bueno,Euzebio Mohr (nu)Pedro Gomes (nu)

 

About author

Related Articles