Lusitanos Oxford

Entrevista com o DJ Ricky Veloso‏

A Lusox foi ao encontro do DJ Ricky Veloso onde tivemos a possiblidade  de ter uma conversa animada e bastante interessante ao sabor de um café e de uma Coca-Cola.  Desde o primeiro momento que Ricky Veloso se mostrou disponível para esta entrevista como mostrou grande interesse em ajudar a criar um momento único e de boa disposição para a comunidade Lusa/Lusófona  residente em Oxforshire. Ao Ricky Veloso o nosso Obrigado!

LUSOX: Ricky ha quantos anos és DJ e quais foram alguns dos locais onde foste DJ?

RICKY VELOSO: A minha carreira começou em Maio de 1991, com apenas 12 anos. Durante este percurso, toquei em alguns dos melhores Spots de Portugal: Twins (Porto), Porta 22; Tipografia e Prestige (Famalicão), Mirante; Rocco; Face Super Club; Gin Lovers; Deep Bar e Liquid (Braga), Club Alfândega, Carga d’Agua, Portão, Pra Lá Caminha, Insua Club Privado (Caminha), Ikê Club (Guimarães), Swing Crash (Póvoa de Lanhoso), Vaticano (Barcelos), etc.

LUSOX: Ricky tu fizeste a tua estreia como DJ aqui em Oxford no ultimo Domingo no Bar Camara encontraste com algumas diferenças para a nivel de ambiente, música, organização para o que se faz em Portugal?

RICKY VELOSO: A minha estreia em Oxford foi em dois espaços soberbos na mesma noite: Camera e Varsity Club.

As principais diferenças são sobretudo ao nível da cultura músical, muito mais adaptado ao meu estilo.

A estrutura organizacional também demostra estar num patamar superior. Aqui, valorizam a tua qualidade e/ou competência, em detrimento de outros interesses associados tão bem vincados em Portugal, como se arrastas ou não afastas gente atrás de ti e se és ou pela tua aparência. Como sabes, em Inglaterra, em tudo, ou és capaz ou não és capaz, ou seja: ou és competente ou “danças”.

LUSOX: Durante os anos que actuaste em Portugal houve alguma época marcante a nível de música?

RICKY VELOSO: A década de noventa tem um peso histórico tremendo na história da música. Não só pelos grandes hits que marcaram e extravasaram gerações mas também pela forte influência dos “80’s” que marcaram a década anterior. No entanto, para mim, possivelmente pelos estilos músicais que aprecio, o final da década de 90 marcou-me muito, porque foi aí que se deu a grande “viragem” da qualidade da House Music.

LUSOX: Ricky o que esperas de domingo na festa de aniversario dos Lusitanos Oxford? Mensagem que queiras deixar a comunidade Lusófona?

RICKY VELOSO: Nélson, domingo espero um dia de sol. Mais a sério, espero que a comunidade portuguesa se junte em torno do 6° aniversário do Lusitanos de Oxford e que eu esteja capaz de divertir a animar todos aqueles que juntarem a nós.

A mensagem que gostaria de deixar á comunidade era para que aparecessem para, através deste evento atenuar-mos as saudades que todos temos do nosso país.

About author