Theresa May, Lusitanos Oxford

Cidadãos da UE podem permanecer no Reino Unido após Brexit

Segundo o jornal “Independent” todos os migrantes da UE que vivem no Reino Unido serão autorizados a permanecer após Brexit.  Desta forma vai haver uma anistia para aqueles que ainda não tiverem recebido os direitos de residência permanente.

Mais de 80 por cento dos 3,6 milhões de cidadãos da UE que vivem actualmente no Reino Unido já tem o direito de permanecer no momento em que a Grã-Bretanha deixar a União Europeia, de acordo com uma pesquisa oficial.

O Home Office tem conhecimento de que cinco em seis migrantes da UE não podem ser legalmente expulsos e aqueles que podem ser expulsos lhes será oferecida uma anistia bem como a oportunidade de ficar.

As propostas estão ainda a ser confirmadas, mas vários ministros fizeram garantias que os planos vão avante.

Liam Fox, o secretário de Comércio Internacional, tinha afirmado previamente que não iria garantir aos cidadãos da UE que estes podem permanecer no Reino Unido, uma vez que foi este um dos principais aspectos das negociações com o resto da Europa.

Ate então, o Governo tem sido atacado por varios partidos políticos por ter se recusado a garantir o estatuto de migrantes da UE no Reino Unido.  A Primeira-Ministra, Theresa May, foi acusada por alguns de tratá-los como “moeda de troca” em negociações do Brexit.

 

Tagged with:

About author

Related Articles