Instituto Camoes, Lusitanos Oxford

Conheça o Instituto Camões em Oxford

O Instituto Camões (IC) é a agência de implementação Português para a política cultural e educacional externa. Ela opera sob a responsabilidade do Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas tem autonomia administrativa. Sua finalidade é promover a cultura e idioma Português no estrangeiro. O Instituto Camões, com a sua estátua atual, data de 1992, mas o seu antecessor foi criado em 1928.
As principais áreas do IC são: a promoção da cultura Português e o ensino da cultura e da língua Portuguesa a nível Universitário e a negociação de acordos culturais com países do terceiro mundo nas áreas de educação, ciência, cultura, desporto, juventude e meios de comunicação, em coordenação com os ministérios competentes.

A importância do ensino do Português no mundo foi sentida no final de 1920. Os primeiros lectureships (Leitorados) foram estabelecidas nas universidades de Paris, Londres, Berlim, Roma e Santiago de Compostela. A estratégia seguida foi a de ensinar e divulgar o idioma Português através do que chamamos um Leitor – um professor especializado no ensino de Português como língua estrangeira e um promotor da cultura Português. Atualmente eles também têm a responsabilidade de promover as culturas dos países de língua portuguesa. Portugal tem, assim, escolhido para estabelecer uma rede de Leitorados e cadeiras em universidades estrangeiras, com reconhecido mérito científico e abrangendo cinco continentes.

Este princípio básico foi mantida e o IC nunca foi estabelecida – ao contrário do British Council, a Alliance Française do Instituto Cervantes, delegações de ensino autônomos.
Mas a estratégia da política de língua e cultura segue as mudanças sociais, económicas e tecnológicas. Português tem sido sempre uma linguagem escolhida por filólogos, escritores ou os amantes da literatura português. Actualmente Português também é escolhido por futuros profissionais em áreas como Medicina, Direito, Economia, Ciência Política, Diplomacia, Jornalismo, Turismo, Agronomia, Arquitetura ou Engenharia.
Enquanto que durante décadas nós só presente em Faculdades de Letras, estamos agora abordado por universidades onde as línguas são parte do currículo, constituindo uma mais-valia profissional para altos funcionários em organizações internacionais. Um bom exemplo é o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD). Após a abertura de um Leitorado em Tunis, recebemos 300 pedidos de ADB.
O IC ensina Português para mais de 30 000 estudantes em 175 instituições de ensino superior, através Leitorados e cadeiras. O IC paga ou suporta 200 professores e concede 90 bolsas de estudo para estudos de cultura de Português e de idioma.

 

About author

Related Articles